sexta-feira, 2 de março de 2012

MULHERES VIOLENTADAS (1978)

SINÓPSE
Juarez, mordomo jovem e simpático, seduz a patroa e assassina o patrão. Vinte anos depois, descobrindo o paradeiro do filho do ex-patrão, contrata assassinos profissionais para destruí-lo. Com o auxílio da esposa, o rapaz enfrenta Juarez e seus capangas, na busca de vingar a morte do pai. (Resumo a partir do Guia de Filmes, 73/75).


ESCLARESCIMENTOS SOBRE A POSTAGEM
O filme, dirigido por Francisco Cavalcanti, foi exibido na TV a cabo, com o título de "O Homem Diabólico", como produção de 1988. Segundo o livro Cinema da Boca - Dicionário de Diretores, de Alfredo Sternheim, e as informações dos sites da Cinemateca e IMDB: (a)o título correto do filme é Mulheres Violentadas, e (b) sua produção foi iniciada em 1977 e concluída em 1978.

O título da exibição na TV parece ter sido confundido com o de um filme da fase pornô do diretor: "Um Homem Diabólico do Sexo Explícito", este, sim de 1988; além disso, Helena Ramos, estrela da trama, participou de seu último filme, Volúpia de Mulher, em 1984 - não poderia, portanto, ter participado de um filme "produzido em 1988".

COMENTÁRIOS DO GILMAR
O roteiro é estruturado sobre a linha mestra dos filmes do diretor: a partir do sofrimento de um inocente - no caso, uma criança - que escapa de um ato criminoso, desenvolve-se uma trama de perseguição e vingança, recheada com cenas de violência, sexo e mulheres nuas, até o grand finale, quando o heroi canastríssimo abona o justiçamento do malfeitor "este é o fim de um canalha que nasceu para plantar o mau na humanidade!" Qualquer semelhança com Paul Kersey, personagem de Charles Bronson, na franquia Desejo de Matar, (não) terá sido mera coincidência? No elenco, "figurinhas carimbadas", habituées nos filmes de Cavalcanti: entre outros Lírio Bertelli, Marthus Mathias, Yolanda "Gorda" Silva, além do próprio diretor, no principal papel masculino. Além do mais, cinquentões de plantão, o filme é obrigatório pela presença de Helena Ramos, musa maior do cinema da boca-do-lixo paulistana, na flor dos seus 25 anos! Mãos à obra (...)!
Gilmar

NOTA
* Do diretor Francisco Cavalcanti e sua troupe, confiram Os Violentadores de Meninas Virgens, clicando AQUI :

* Link Cinemateca : AQUI


FICHA TÉCNICA
Direção: Francisco Cavalcanti
Duração: 97'
Gênero: Drama Rural & Policial
Idioma: Português-BrRIP SatTv
Ripador: Gilmar
Uploader: Gilmar
AVI: 996 MB
Resolução: 632 x 472
1310kbps / 23 fps
Áudio: MP3 /128 kbps
http://www.imdb.com/title/tt0279246

ELENCO
Francisco Cavalcanti (Mário),
Helena Ramos (Maria),
Lírio Bertelli (Juarez),
Nice Ribeiro (Joana),
Joana de Oliveira (Mãe Adotiva),
Valéria Vidal (Mãe de Mário),
Waldir Siebert (Juarez - Jovem)

NOTA
Todos os créditos referentes a sinopse , fotos e links deste post são do Colaborador Gilmar.

SCREENS 

LINK DIRETO
(Reupado por Beghini)

VÍDEO

2 comentários:

  1. Na verdade, não houve nenhuma confusão com o título do filme. O que acontece é que o Francisco Cavalcanti, para fazer dinheiro, relançou, no final dos anos 80, os seus antigos filmes com outros nomes, como se fossem produções inéditas. Este aqui ganhou o título de "UM HOMEM DIABÓLICO", assim como "O FILHO DA PROSTITUTA" passou a se chamar "ABERRAÇÕES DE UMA PROSTITUTA" e "IVONE, A RAINHA DO PECADO" virou "UMA MULHER PROVOCANTE". Na verdade, só o que mudou nos filmes foi a cartela com o título.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar , sua participação é importante :